Como evitar a cirurgia na coluna vertebral

Mudar hábitos de movimento e postura corporal, evita cirurgias na coluna vertebral.

A exceção dos casos de má formação ao nascer ou acidentes com impacto direto na coluna.
A maior parte dos problemas de coluna são causados por maus hábitos e falta de orientação correta.
Anos de abusos mecânicos que produzem tensão, encurtamento e fraqueza muscular.
Aproximação e deslocamento das vértebras com agressão às estruturas intervertebrais.

Quais são os problemas que levam uma pessoa a fazer cirurgia na coluna.

A falta de informação correta e orientação adequada é o principal problema.
Os modismos nas atividades físicas.
A facilidade de aliviar as dores com remédios.
Cirurgias que prometem solução cada vez mais fácil e rápida.
A grande dificuldade que as pessoas têm em mudar hábitos – “Síndrome de Gabriela”.

Quais são os hábitos que aproximam e deslocam as vértebras.

Todos os nossos movimentos são feitos por contração dos músculos.
Também contraímos os músculos quando estamos irritados, com medo, sob tensão.
A constante contração encurta os músculos e aproxima os ossos.

reducao-de-espaco-lombar-comprime-a-raiz-do-nervo

Ossos mais próximos deixam os ligamentos frouxos.
A frouxidão dos ligamentos causa instabilidade nas articulações.
Com instabilidade na articulação, os ossos saem do alinhamento.

listese-lombar-comprime-a-medula-espinhal

Contrair é muito mais fácil do que alongar e relaxar.

Estamos mais familiarizados com atividades de contração muscular.
A maioria dos estímulos externos que recebemos nos faz contrair.
Nossas atividades diárias reforçam esses padrões de comportamento e movimento.
Essa é a forma de pensar e agir que está gravada no cérebro das pessoas.
O cérebro está programado para controlar o corpo dessa maneira.

Entenda o efeito da contração constante sobre os nervos.

O encurtamento muscular aproxima os ossos e comprime os nervos.
A compressão faz o nervo inflamar, dilatar e ficar mais grosso.
Ao ser apertado o nervo também encolhe e fica mais grosso.
Quando os nervos dilatam e as vértebras não se afastam, os nervos são esmagados.
Isso causa obstrução na passagem dos estímulos neurais.
Interfere na comunicação entre cérebro e corpo.
Provoca alteração de sensibilidade, controle da força e dos movimentos.
É um processo que só acaba quando os nervos desinflamam e desincham.

Atividades físicas que devem ser evitadas.

Musculação, pilates, hidroginástica, ginástica localizada, crossfit, spinning, prancha, ponte, abdominais e atividades afins.
Todas são atividades físicas que buscam o fortalecimento por meio de esforço repetitivo.
Onde se utiliza pesos, molas, borrachas, ou o peso do próprio corpo para fortalecer os músculos.
Essas atividades trabalham os músculos em contração concêntrica.
O músculo contrai/encolhe para o centro, aproximando as duas extremidades.
Aproximam os ossos e agridem as estruturas localizadas entre os ossos.
São atividades que reforçam ainda mais os padrões de movimento e postura corporal que já causaram tensões nos nervos e músculos.

Quem busca mudança tem que parar de repetir e reforçar padrões.

Tem que fazer algo diferente, para obter resultados diferentes.
Deve parar de praticar atividades de esforço repetitivo.
Começar a praticar atividades que sejam prazerosas.
Precisa aliviar as tensões dos nervos e músculos.

exercicios-terapeuticos-do-metodo-eqcoan

Podemos fazer escolhas, escolhas têm consequências.

A minha escolha é evitar padrões de comportamento e movimento que encolhem o corpo.
Por isso eu pratico diariamente exercícios terapêuticos de alongamento em relaxamento.
Dessa maneira estou protegendo minhas articulações e o sistema nervoso.

Como resolver esse problema para quem já fez cirurgia na coluna.

Se não for feita cirurgia e retirada dos parafusos para que as vértebras fiquem livres.
A solução é praticar muito alongamento em relaxamento para aliviar a tensão dos nervos.
Dessa maneira se consegue mobilizar os nervos de fora para dentro da coluna vertebral.
Desobstruindo gradativamente a passagem dos estímulos.

Mobilizar os nervos dentro da coluna vertebral para liberar aderências e fibroses.

O nervo é uma estrutura elástica que ao esticar fica mais fino.
Dessa maneira se consegue liberar aderências e dissolver fibroses.
Facilitando a correta comunicação entre cérebro e corpo.

Atividades que devem ser praticadas para ter a musculatura forte.

Podemos fortalecer os músculos com diversas atividades.
Basta colocar o corpo em movimento, começando de maneira lenta, sem chegar ao cansaço.
Aos poucos aumentar o tempo de atividade e a distância percorrida.
Até chegar a pelo menos uma caminhada diária.
Quanto maior a variedade de movimentos, mais nervos e músculos são solicitados.

Escolha 2 ou 3 atividades para praticar durante a semana.

Caminhadas, passeios, pedalar bicicleta na rua, dança de salão, natação, remo, caiaque, canoagem, trilhas na mata e por terrenos irregulares, subir ladeiras e escadas, escalada, montanhismo, rapel, vôlei, basquete, peteca, e outras que possam ser realizadas ao ar livre.
De tempos em tempos mude as atividades para mobilizar e estimular o corpo de outras maneiras.
O cérebro também é estimulado para controlar o corpo, prevenindo Alzheimer.
Quanto mais você diversificar as atividades, mais seus músculos estarão preparados para manter a distância entre os ossos, para proteger as articulações e cartilagens, evitando a cirurgia.

Como preparar o corpo para todas as atividades físicas e da vida diária.

Praticar exercícios terapêuticos de alongamento em relaxamento.
Promove mudança nos padrões de movimento e postura corporal.
Tem foco principal no cuidado com a coluna vertebral para proteger a medula espinhal e as raízes neurais.
Afastam os ossos para proteger as articulações.
Aliviam as tensões dos nervos e músculos.
Aumentam a percepção sobre cada parte do corpo.
Facilitam o controle do cérebro sobre a força dos músculos e movimentos.
Preparam o corpo para todas as atividades do dia-a-dia.
Praticar nossos exercícios terapêuticos de alongamento em relaxamento prepara o corpo para todas as outras atividades físicas.
Nossos exercícios terapêuticos mudam aos poucos a percepção do cérebro sobre o corpo.
Mudam padrões e reprogramam o cérebro.

Casos de sucesso do Método EQCOAN.

Reversão completa de hérnia de disco cervical

Assista o vídeo com o depoimento da paciente.
Você poderá observar nas imagens da Ressonância Nuclear Magnética.
A hérnia de disco extrusa na coluna cervical antes do nosso tratamento.
O resultado de reversão completa da hérnia de disco obtido com o tratamento do Método EQCOAN.

Evitou a cirurgia de artrodese na coluna lombar

No primeiro vídeo com o depoimento de Ângela Marques você poderá observar as vértebras mais próximas e fora do alinhamento.
E ouvir seu depoimento falando sobre a melhora após um ano praticando os exercícios terapêuticos de alongamento em relaxamento do Método EQCOAN.

Viva Sem Dor é uma realidade

Nesse vídeo que gravou após 3 anos e 6 meses praticando nossos exercícios terapêuticos, Ângela Marques mostra como melhorou sua saúde e qualidade de vida.

Se você também quer aprender a mudar seus hábitos

Temos programas com 30 exercícios terapêuticos.
Os mesmos exercícios praticados na terapia em grupo da clínica Viva Sem Dor.
Gravados em vídeo aulas para praticar em casa.

Por que evitar a cirurgia na coluna vertebral

Entenda os riscos das cirurgias na coluna vertebral.
Veja como as vértebras são fixadas fora do alinhamento e mais próximas.
E porque isso causa mais dores e fraqueza no corpo.
Para ler o texto, clique no botão abaixo.

Deixe uma resposta

Como evitar a cirurgia na coluna vertebral